Português | English
 
 
  Cirurgia Oral
  Dentisteria
  Endodontia
  Higiene oral
  Implantes
  Oclusão/Articulação Temporo-mandibular
  Ortodoncia
  Patologia Oral
  Prótese
 Ortodoncia
 
 
A Ortodoncia (ou Ortodontia) é a área da medicina dentária que detecta, previne e corrige as anomalias da posição dentária que impedem a correcta oclusão, alinhamento e estética dentária.
Tem por objetivo a correcção da função do Sistema Estomatognático e a recuperação da Estética dentária e facial. Pode ser aplicada em crianças, jovens, adultos e em pacientes de idade avançada.
Entre os muitos benefícios de um tratamento ortodôntico/ortopédico facial podemos esperar, além de uma oclusão funcional, uma melhoria da estética dentofacial e um aumento da auto-estima do paciente.
Na grande maioria dos casos, durante o tratamento, verificamos melhoria das queixas de cefaleias, dores musculares do pescoço ou ombros e torcicolos. Ao corrigirmos a posição dentária e óssea restabelecemos a função e equilibramos todo o Sistema Estomatognático. Em crianças de idade escolar, ao diagnosticarmos e corrigirmos anomalias da oclusão assistimos à melhoria das cefaleias.
 
O uso de aparelhos removíveis ou fixos, deve ser aconselhado somente pelo seu Médico Dentista/Estomatologista, variando a necessidade de caso para caso.
Os tratamentos dentários na área da ortodontia são cada vez mais populares entre os jovens, ao contrário do que acontecia no passado. Actualmente verifica-se um aumento da procura também por parte dos adultos, que cada vez mais se consciencializam das melhorias que a ortodontia atribui à qualidade de vida, quer pelos resultados estéticos, quer pelos resultados funcionais.

 

Há 2 tipos de aparatologia, a móvel (ou removível) e a fixa.
 
Aparelho móvel: confeccionado em resina acrílica e fio ortodôntico de aço. Em geral, o tempo  de tratamento é de 12 meses, mas vai depender principalmente da colaboração do paciente (não perder, não partir e utilizá-lo como prescrito). Só devem ser retirados da boca para comer.
 
 
 
Aparelho Fixo: com bandas, brackets, arcos e ligaduras. É possível movimentar os dentes nas três dimensões do espaço e o paciente não retira o aparelho pelo que a eficácia é maior.
a) Metálico: com brackets (peças que são presas aos dentes) metálicos, é o aparelho mais utilizado.
b) Porcelana: os brackets em porcelana são mais discretos confundindo-se com os dentes. São habitualmente os escolhido pelos adultos.
 
À esquerda: aparelho cerâmico; à direita: aparelho metálico.
 
Em média o tempo de duração do tratamento é de dois anos. No entanto este tempo pode diminuir ou aumentar variando de acordo com o tipo de caso e a colaboração do paciente (boa higienização, assiduidade nas consultas, cuidado na mastigação para não descolar brackets).
Após a utilização do aparelho fixo é necessário usar contenção para assegurar a estabilização dos dentes na nova posição e assim não correr o risco de alteração no resultado atingido. 
 
Algumas maloclusões que podem ser resolvidas com a Ortodoncia:
  • Apinhamento dentário (dentes que se encavalitam uns aos outros)
  • Dentes desalinhados
  • Diastemas (espaços entre os dentes)
  • Mordida aberta
  • Mordida profunda (sobremordida)
  • Mordida cruzada

     

 
O que causa a maloclusão?
A maloclusão pode ser causada por perda prematura ou tardia de dentes-de-leite, hipertrofia das amígdalas e/ou adenóides, respiração oral predominante, sucção prolongada no dedo ou chupeta, dentes muito grandes e ossos maxilares pequenos (levando a uma falta de espaço para acomodar os dentes), características faciais herdadas geneticamente (como mandíbula muito pequena ou queixo muito para a frente), deglutição atípica ou anomalias dentárias. 
 
 
 
A perda prematura de dentes de leite pode provocar perda de espaço e inclinações dentárias.
 
 
Os aparelhos ortodônticos causam manchas nos dentes?
Não. O aparelho não mancha os dentes, pois as manchas no esmalte dos dentes podem originar-se durante a formação dos mesmos (antes da sua erupção por doença ou medicamento), por traumatismo, devido a descalcificação do esmalte por má higiene oral e/ou consumo exagerado de refrigerantes.
 
No tratamento ortodontico, quais os benefícios além da estética?
A função principal do tratamento ortodôntico é restabelecer a oclusão dentária (perfeito engrenamento dos dentes superiores e inferiores) que é fundamental para a correcta mastigação e, conseqüentemente, adequada nutrição e saúde oral. Com o restabelecimento da oclusão, previne-se e tratam-se problemas de respiração, deglutição, fala e da articulação temporomandibular (A.T.M.).

O paciente adulto poderá submeter-se ao tratamento?
Sim. Não existe idade máxima para a realização de tratamento ortodontico, embora no paciente adulto alguns cuidados especiais devam ser tomados, principalmente em relação aos tecidos de suporte dos dentes. O tratamento pode ser mais lento e limitado, devido a problemas periodontais, falta de dentes ou maior comprometimento destes devido a próteses ou restaurações extensas.
 
Se os pais possuem má posição dos dentes, o mesmo pode ocorrer com os filhos?
Sim. Apesar da genética ser um dos factores que influência o aparecimento de má oclusão nos filhos, outros factores podem levar a tratamento ortodôntico como: respiração oral, sucção prolongada no dedo ou chupeta, deglutição atípica, perda precoce ou tardia de dentes de leite e anomalias dentárias.
 
É necessário extrair dentes permanentes?
Habitualmente não. Em alguns casos, a extração de dentes permanentes é necessária, principalmente naqueles casos em que há falta de espaço para a acomodação de todos os dentes no arco. 0 resultado deve ser um perfil harmonioso, agradável, com lábios unidos sem esforço muscular e perfeita harmonia dentária. Quando bem indicadas, as extrações não trazem qualquer prejuízo ao paciente.
 
O aparelho causa cáries dentárias?
O uso de aparelho fixo exige cuidados especiais por parte do utilizador. Os brackets não causam cárie mas sim os resíduos alimentares retidos no aparelho e que não são removidos com uma boa higiene oral.
Uma boa escova dentária macia, fio dental, escovilhão, irrigador oral (hidrojet) e bochechos com solução oral contendo flúor devem ser rotina após cada refeição.