Português | English
 
 
  Cirurgia Oral
  Dentisteria
  Endodontia
  Higiene oral
  Implantes
  Oclusão/Articulação Temporo-mandibular
  Ortodoncia
  Patologia Oral
  Prótese
 Cirurgia Oral

É a área da Medicina Dentária que se dedica ao diagnóstico e tratamento cirúrgico de certas doenças/problemas da região oral e maxilo-facial.

Na área cirurgica, os actos mais frequentes são: extracção dentária, extracção de dente incluso (dente que não fez a sua erupção normal tendo ficado retido no osso maxilar), enucleação de quisto apical, apicectomia, exposição de coroa dentária para tracção ortodontica, desinserção e alongamento do freio labial ou lingual, biópsia incisional ou excisional de lesões dos tecidos duros ou moles da cavidade oral.
Estes actos cirúrgicos são executados sob anestesia local, no entanto há situações mais complexas que necessitam a utilização anestesia geral em Bloco Operatório.
 
Dente do Siso
 
 
 
 
 
Os terceiros molares ou “dentes do siso”, em número de quatro, erupcionam normalmente depois dos 18 anos. Nalguns casos e por variadas razões (falta de espaço, má posição, alteração da morfologia do dente, etc) podem não erupcionar, ficando retidos total ou parcialmente no osso maxilar, provocando eventualmente alguns problemas: pericoronarite, cárie no dente adjacente, degeneração da membrana envolvente do dente e formação de quistos ou tumores odontogénicos.
 
 
Cárie no dente adjacente ao siso, por retenção alimentar e difícil higienização.
 
 
 
 
Dente do siso com degeneração da sua membrana envolvente, comprimindo o nervo.
Está comprovado que focos de infecção na cavidade oral e em dentes do siso prejudicam o desempenho de atletas amadores e profissionais, bem como a saúde e qualidade de vida da população em geral.
 
Lembre-se: “A sua saúde geral depende de sua saúde oral”.
 
Cirurgia corretiva dos maxilares (Cirurgia Ortognática)
Trata-se de uma cirurgia maxilar maior que exige anestesia geral, no Bloco Operatório.
Uma face assimétrica com mau alinhamento dos maxilares (deformidade dentofacial) pode ocasionar transtornos de mastigação, da fala, dores faciais, dores na ATM e estalos articulares, comprometendo também a parte estética.
A cirurgia ortognática repondo cirurgicamente os maxilares, oferece benefícios estéticos e fisiológicos e promove a mastigação, respiração e fala normais, melhorando a auto-estima.
A cirurgia ortognática é sempre planeada em conjunto com o Ortodontista, que fará o alinhamento dentário para que, durante a cirurgia de correção dos maxilares, os dentes se encaixem perfeitamente.
As deformidades dentofaciais mais frequentes são: prognatismo, micrognatismo, sorriso gengival (mostra muito a gengiva quando sorri), mordida aberta e assimetria facial.
 
Prognatismo: caracteriza-se pela presença do queixo muito pronunciado e perfil facial côncavo.
 
 
Micrognatismo: caracteriza-se por um queixo pequeno e perfil facial    convexo. 
 
 
 
 
Mordida aberta: quando o paciente está de boca fechada, os dentes anteriores não estão em contato.
 
 
 
Assimetria facial: existe um crescimento desigual da face desviando o queixo para um dos lados.